Vinte e Um

Aleluia, finalmente, terminei minha monografia! A revista Vinte e Um ficou linda e o blog dela também está saindo muito bom (modéstia totalmente a parte). Seis meses de trabalho parecem ter valido a pena. Hoje eu entrego e no final do mês apresento. Desejem-me sorte! ;D

Anúncios

5 de novembro de 2010. Aleatório, Design, Fotografia, Ilustração, Internet, Jornalismo. Deixe um comentário.

1 modelo, 40 capas

Olha que ideia legal! A revista alemã Zeit faz 40 anos este mês e, para comemorar o aniversário, colocou na capa ninguém menos que a top veterana Claudia Schiffer, do mesmo país e que também completou 40 anos recentemente. Como se não bastasse a presença da beldade, a equipe da revista semanal (que acompanha o jornal diária Die Ziet) a fotografou em 40 estilos e poses diferentes. Imagina ter 40 opções de capas para comprar na banca? Eu ficaria louca!*

* Como já estou ficando por conta da monografia… Mais uma vez sumi totalmente do blog, do twitter e até da minha própria vida social, mas dia 5 de novembro eu entrego a revista e o trabalho escrito, daí a banca deve ser até o fim do mês que vem. Ou seja, está acabando! E o melhor: a revista está ficando linda! Quando terminar tudo, venho correndo mostrar… =*

16 de outubro de 2010. Fotografia, Jornalismo, Moda. Deixe um comentário.

Quem ficou melhor?

Mesmo look, mesma revista, duas capas e duas jovens celebridades diferentes. Qual delas ficou mais bonita? Blake Lively na Marie Claire britânica ou Dakota Fanning na edição americana da mesma revista? As duas capas são do mês passado, mas só fui ver agora e não pude deixar de compartilhar a semelhança. Na minha opinião, a capa da Dakota está mais bonita, mas Blake está infinitamente mais diva na foto dela. Concorda?

4 de setembro de 2010. Celebridades, Fotografia, Jornalismo, Moda. Deixe um comentário.

Livros, livros e mais livros

Com essa história de monografia, estou tendo que ler muito. A parte boa é que eu escolhi montar uma revista feminina, então as referências bibliográficas não são um tédio completo e falam exatamente daquilo que eu mais gosto e com o qual pretendo trabalhar. Além de um monte de livros técnicos, de redação, estilo para revista e design gráfico, encontrei a minha tábua de salvação: A Arte de Editar Revistas, da Fatima Ali. Um livro que reúne toooda a teoria do assunto que eu preciso e ainda é lindo, gostoso de ler e inspirador. Apesar de ser um livro bem específico para quem quer seguir a carreira de jornalista ou de designer, vou deixar aqui a dica, porque ele é realmente bom.

28 de agosto de 2010. Design, Jornalismo, Literatura, Moda. 2 comentários.

Vinte e Um

Na correria e na vontade de não deixar tão desatualizado o blog, acabei nem lembrando de comentar por aqui sobre o meu TCC. Finalmente me formo no fim do ano e, como faço Jornalismo e não algum curso mala de saúde ou matemática, meu Trabalho de Conclusão de Curso não é uma monografia, e sim um Projeto Experimental. Apelidado de Prex, é basicamente um projeto de produto jornalístico, de qualquer tipo, que pode ser feito individualmente ou em grupo. Eu estou fazendo o meu com duas amigas e a gente escolheu fazer uma revista feminina para jovens, com o título Vinte e Um. =D

Vai ser um protótipo com 36 páginas e 14 editorias diferentes, tipo Moda, Beleza, Gastronomia, Cinema, Música e tal. Apesar de ser em um formato meio tradicional, a nossa ideia é inovar principalmente na diagramação. 40% do material bruto já está pronto e tivemos que entregar no final deste semestre. Dá só uma olhada: ++++

26 de junho de 2010. Aleatório, Jornalismo. 1 comentário.

Por uma beleza real

Os famosos retoques por Photoshop aparentam estar mesmo com os dias contados. Isso porque um projeto de lei criado no início deste ano tramita no Congresso em caráter conclusivo e deve obrigar o aviso de manipulação de imagens em anúncios publicitários, revistas ou sites. Apelidada de “Lei do Photoshop”, a proposta é que qualquer “melhoradinha” no visual de uma atriz ou modelo venha acompanhada de um alerta que informe que a imagem foi retocada para “alterar a aparência física da pessoa retratada”. A multa para quem não seguisse a regra seria de até R$ 50 mil.

Na França, o movimento contra o exagero do Photoshop está sendo natural nas publicações. Primeiro a Elle lançou uma edição com três personalidades sem maquiagem ou retoques de computador. Bem ao natural, a modelo Eva Herzigova e as atrizes Monica BellucciSophie Marceau mostraram que são lindas de verdade na edição de abril do ano passado da revista.

Neste mês, quem inova é a Marie Claire francesa, com uma edição inteira sem a ajuda do Photoshop. O aviso vem na capa: “edição 100% sem retoques”, quase como um daqueles produtos que não agridem a natureza ou ajudam a salvar o planeta. Jogada de marketing ou não, a revista está linda e quase não dá para perceber a diferença. Mas também, com a atriz Louise Bourgoin sendo linda como é, o Photoshop talvez nem teria surtido tanto efeito…

24 de abril de 2010. Celebridades, Fotografia, Jornalismo, Moda, Publicidade. Deixe um comentário.

Exclusivo!

Esse é o nome do jornal (com cara de revista) da C&A que acaba de ser lançado. Todo mês a loja vai distribuir em suas várias franquias milhares de exemplares como forma de expandir essa recente campanha relacionada à moda “de elite” (com parcerias de grandes estilistas e só tops nas propagandas, por exemplo). O trabalho editorial fica por conta da Trip, responsável pela revista homônima e pela TPM, a revista da Gol e outras.

No site da loja dá pra folhear essa primeira edição, que tem a Isabeli Fontana na capa. Achei tudo bem bonito e interessante, sem ter muito (pelo menos não exageradamente) viés comercial puro. Achei informativa até. Vale dar uma olhada com certeza e esperar por um próximo número ainda melhor. Isso é a C&A correndo léguas na frente de outras lojas de departamento por aí, né?

9 de março de 2010. Compras, Design, Jornalismo, Moda, Publicidade. Deixe um comentário.

Manual de Reportagem

De vez em quando, ao assistir um telejornal de uma emissora qualquer, não bate aquela sensação de lugar-comum? Tipo: “já vi isso antes”… Foi mais ou menos desse pressuposto que partiu o humorista/repórter Rafinha Bastos, do CQC, no vídeo Manual de Reportagem. São dicas para fazer uma daquelas matérias mais básicas de televisão, provavelmente sobre alguma pesquisa ou estudo. Impossível não ter uma sensação de deja vú e, claro, rir horrores…

PS: Minha amiga Trícia deu a dica também do vídeo que inspirou esse (em inglês).

6 de março de 2010. Jornalismo, Televisão, Vídeo. 1 comentário.

Coluna de cachorro

Definitivamente não há mais o que ser inventado! Em minha primeira viagem pela companhia área Ocean Air na semana passada, recebi na porta do avião um exemplar do jornal Metro. Famoso em outras partes do mundo por ser distribuído (e lido!) gratuitamente em metrôs, no Brasil a edição é paulistana e entregue aparentemente em aviões (vai entender). Até aí nada demais. Um tabloidezinho simples, com notícias das fúteis às mais batidas. O que me deixou perplexa foi uma coluna em especial na penúltima página, entitulada “Diário da Maga”. A senhorita dona do tal diário é nada mais nada menos que uma cadela. Mais especificamente uma dálmata, chamada Magali, que discorre em primeira pessoa sobre os assuntos do interesse de seus semelhantes (na edição que li era sobre a campanha de vacinação contra a raiva para cachorros). Além da coluna no jornal, ela tem também um blog na internet. Agora, me diz, dá para inventar mais alguma coisa?

19 de agosto de 2009. Internet, Jornalismo. Deixe um comentário.

Como Escrever um Bom Artigo

Stephen Kanitz é jornalista e escritor, formado em Harvard e cheio de prêmios, títulos e homenagens. Seu defeito é apenas escrever para a revista Veja. Mas isso já é minha opinião. O que importa mesmo é que ele tem experiência quando se trata de escrever e dá excelentes dicas para os iniciantes nessa arte em seu site.
A melhor para mim é logo a primeira, em que ele sugere que sempre se escreva pensando em quem vai ler. Ou seja, ele diz que cada escritor deve ter um público-alvo bem específico, sem querer atingir todo mundo de uma só vez. Outra dica bem interessante é a de deixar quem está lendo tirar suas próprias conclusões, sem ficar explicando demais. Por isso, realmente sugiro a leitura do artigo completo.

25 de julho de 2009. Jornalismo, Literatura. Deixe um comentário.

Próxima Página »